Políticas Editoriais

Foco e Escopo

A missão da Revista Prevenção em Infecção e Saúde (REPIS), é promover a disseminação do conhecimento técnico-científico a cerca da prevenção e o controle de Infecções em serviços de saúde, bem como pesquisas epidemiológicas que busquem investigar o perfil das doenças mais prevalentes em ambiente hospitalar fornecendo contribuições para a área da saúde.

Revista Prevenção em Infecção e Saúde (REPIS)é um periódico on-line, que desde janeiro de 2017 adota o sistema de publicação continuada (rolling pass). A mesma é editada pelo Núcleo de Pesquisa em Prevenção e Controle de Infecção em Serviços de Saúde (NUPCISS) em colaboração com o Núcleo de Estudos de prevenção e Controle de Infecção nos Serviços de Saúde (NEPECISS) da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP)  da Universidade de São Paulo (USP). O periódico aceita publicação de artigos em português, inglês e espanhol, nas categorias: artigos originais, revisão, relato de experiência, textos reflexivos, pagina do estudante e atualização, que atendam as normas de publicação da Revista.

O períodico não possui quaisquer fins lucrativos

 

 

Políticas de Seção

 

Processo de Avaliação pelos Pares

Os artigos enviados à Revista Prevenção em Infecção e Saúde (REPIS), serão encaminhados a dois avaliadores ad hoc, permitido que os avaliadores desconheçam a autoria dos trabalhos, bem como os autores desconheçam a identidade de seus avaliadores, que irão emitir parecer consubstanciado, de acordo com o preconizado pela Revista, o qual deve atender aos critérios de conteúdo e formatação. Este procedimento é necessário para garantir a integridade ética e profissional dos sujeitos envolvidos neste processo.

 

A lista com o nome dos avaliadores está disponivel na Revista.

 

Periodicidade

Desde janeiro de 2017 a revista passou a adotar o sistema de publicação continuada (rolling pass).

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Diretrizes para Autores

Diretrizes para Autores (Atualizada em Janeiro de 2017)

Revista Prevenção de Infecção e Saúde (REPIS).

Profa. Dra. Maria Eliete Batista Moura (Editor-Chefe)

Campus Universitário Ministro Petrônio Portella - Bairro Ininga.

Pós graduação em Enfermagem.

CEP: 64.049-550 - Teresina - PI.

E-mail: ufpi.infecção@gmail.com

 

APRESENTAÇÃO

A Revista Prevenção de Infecção e Saúde (REPIS), foi criada em 2015, pelo Núcleo de Pesquisa em Prevenção e Controle de Infecção em Serviços de Saúde (NUPCISS), e encontra-se vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Piauí, com o objetivo de proporcionar aos profissionais da saúde um veículo eficiente e cientifico para divulgação de seus trabalhos.
Em 2017 a REPIS foi vinculada ao Núcleo de Estudos de Prevenção e Controle de Infecção nos Serviços de Saúde (NEPECISS) da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP)  da Universidade de São Paulo (USP). Essa medida objetivou a internacionalização do periódico contribuindo para sua indexação junto a bases de dados nacionais e internacionais.

PROCESSO DE AVALIAÇÃO

Previamente à publicação, os artigos enviados à REPIS passarão por um processo de revisão das normas de publicação, segundo os padrões de editoração da revista de forma a garantir homogeneidade de formatação dos manuscritos, além de qualidade e isenção na seleção dos trabalhos a serem publicados. O artigo é então avaliado pela comissão de editoração da revista, para verificar cumprimento de acordo com as normas de publicação preconizadas, e em seguida o manuscrito será submetido à avaliação por pares a cegas (peer review) por pelo menos dois revisores selecionados dentre os avaliadores cadastrados na revista, de acordo com o assunto principal do manuscrito.

De posse do manuscrito, os avaliadores emitirão parecer sobre o artigo, em que constará a recomendação de aceitar ou não o manuscrito.  A avaliação é guiada por um check list de avaliação do manuscrito pelo qual o avaliador observará a relevância daquela pesquisa para a comunidade acadêmica.  No entanto a decisão final sobre a publicação fica reservada a Comissão Editorial da REPIS.

Atualmente a Comissão Editorial é formada por docentes do Programa de Pós-graduação em Enfermagem da UFPI, e Programa de Pós-graduação em Enfermagem Fundamental da EERP-USP, sendo um Editor-Chefe, um Editor-Científico e quatro Editores associados, auxiliados por dois alunos bolsistas. Para a avaliação dos manuscritos, a Revista conta com a colaboração de consultores ad hoc, de Instituições de Ensino Superior de todas as regiões do Brasil.

De posse do parecer dos avaliadores, o Editor-Chefe toma a decisão final: Aceito, Aceito com modificações, Devolver ao autor, Arquivar. Em caso de discrepâncias entre os avaliadores, pode ser solicitada uma nova opinião para melhor julgamento. Quando são sugeridas modificações pelos revisores, as mesmas são encaminhadas ao autor principal e a nova versão encaminhada aos revisores para verificação se as sugestões/exigências foram atendidas.

Todo esse processo é realizado por meio do sistema de submissão e gerenciamento da publicação on line. O sistema de avaliação é o duplo cego, garantindo o anonimato em todo processo de avaliação. A decisão sobre a aceitação do artigo para publicação ocorrerá, sempre que possível, no prazo de um mês a partir da data de seu recebimento. As datas do recebimento e da aprovação do artigo para publicação serão informadas no artigo publicado com o intuito de respeitar os interesses de prioridade dos autores.

PESQUISA COM SERES HUMANOS E ANIMAIS

Os autores devem, no item Método, declarar que a pesquisa foi aprovada por um Comitê de Ética em Pesquisa (enviar declaração assinada que aprova a pesquisa), em consoante a Resolução nº 466/2012, do Conselho Nacional de Saúde. Também, faz-se obrigatório o envio de cópia de aceitação do projeto no CEP como documento suplementar ou anexo ao final do artigo.

O Corpo Editorial da Revista poderá recusar artigos que não cumpram rigorosamente os preceitos éticos da pesquisa, seja em humanos ou animais. Os autores devem identificar precisamente todas as drogas e substâncias químicas usadas, incluindo os nomes do princípio ativo, dosagens e formas de administração. Devem, também, evitar nomes comerciais ou de empresas.

DIREITOS AUTORAIS E DE RESPONSABILIDADE

O autor responsável pela submissão do artigo deverá encaminhar pelo sistema on line da REPIS, como documento suplementar, a DECLARAÇÃO DE DIREITO AUTORAL E DE RESPONSABILIDADE assinada por todos os autores.

 

CRITÉRIOS DE AUTORIA

Adota-se os critérios de autoria dos artigos segundo as recomendações doInternational Committee of Medical Journal Editors. Assim, apenas aquelas pessoas que contribuíram diretamente para o conteúdo intelectual do trabalho devem ser listadas como autores.

Os autores devem satisfazer a todos os seguintes critérios, de forma a poderem ter responsabilidade pública pelo conteúdo do trabalho:

1. Ter concebido e planejado as atividades que levaram ao trabalho ou interpretado os resultados a que ele chegou, ou ambos;

2. Ter escrito o trabalho ou revisado as versões sucessivas e tomado parte no processo de revisão;

3. Ter aprovado a versão final.

A responsabilidade pelo conteúdo de artigos submetidos à REPIS é dos autores. Embora as informações nesta Revista sejam consideradas verdadeiras e precisas ao serem publicadas, nem o editor nem os membros da equipe editorial podem aceitar qualquer responsabilidade legal por quaisquer erros ou omissões que possam ser feitas. A editoria não oferece nenhuma garantia, expressa ou implícita, com relação ao material publicado.

Pessoas que não preencham tais requisitos e que tiveram participação puramente técnica ou de apoio geral, podem ser citadas na seção Agradecimentos.

As contribuições de cada autor devem ser enviadas, na Pagina de títulos, a ser enviada nos documentos suplementares a REPIS.

 

CONFLITOS DE INTERESSES e DECLARAÇÃO

Os conflitos de interesses podem ser da esfera política, acadêmica, comercial, pessoal e financeira. Portanto, solicitamos que o autor declare a existência ou não de conflitos de interesse.

PREPARO DO MANUSCRITO PARA SUBMISSÃO

Recomenda-se ao autor que antes de submeter seu artigo a REPIS, analisem-no e utilizem o "checklist" correspondente ao mesmo, como segue:

  • CONSORT- checklist e fluxograma para ensaios controlados e randomizados.
  • STARD- checklist e fluxograma para estudos de acurácia diagnóstica.
  • MOOSE- checklist e fluxograma para meta-análise.
  • PRISMA- checklist e fluxograma para revisões sistemáticas.
  • STROBE- checklist para estudos observacionais em epidemiologia.
  • COREQ- checklist para estudos qualitativos.


A REPIS adota o estilo "FORMATE DO SEU JEITO", ou seja os manuscritos enviados a REPIS são livres para adotar qualquer normativa (ABNT, APA ou Vancouver). Caso opte por não adotar as normativas vigentes, o texto deve "fazer sentido" nos critérios de formatação, de forma que os avaliadores entendam quem está sendo citado e como identifica-lo.

ATENÇÃO: Prerrogativas como quantidade de páginas, espaçamento e critérios de autoria devem ser respeitados desde o inicio.

Caso o manuscrito seja considerado para publicação será cobrado que o mesmo atenda as seguintes normas:

1. Layout da Página

  • Texto em papel do tipo A4 (dimensões: 21 x 29,7 cm)
  • Margens da página: Personalizadas com 2,0 cm em cada um dos lados
  • Letra: A REPIS adota a letra Trebuchet MS em tamanho 11 pontos, em todo o texto.
  • Espaçamento: 1,5cm em todo o manuscrito, inclusive referências e títulos de figuras e tabelas.
  • Página de títulos: Devem ser digitados em espaçamento 1,5cm. Conter o título do trabalho no idioma de origem do texto, o nome dos autores completos e informações relevantes. As contribuições de cada autor devem ser informadas logo abaixo do autor correspondente. Submeter junto aos documentos suplementares e não o apresentar aos pares a cegas.
  • Autores: A revista não limita o número de autores, no entanto quando esse quantitativo ultrapassa seis (06), deve ser justificado de acordo com critérios de autoria. Apresentar nomes completos de todos os autores, em texto sequencial e justificado, com apenas iniciais em letras maiúsculas.  Os nomes devem ser dispostos logo abaixo do título do manuscrito. Não citar os autores em nota de rodapé. Deve-se identificar a formação principal, titulação, instituição as qual pertencem, cidade e e-mail. Outras informações não são necessárias e podem ser colocadas nos metadados de submissão. Em caso de pesquisas multicêntrica aceita-se até 10 autores, desde que devidamente justificado. ESTAS INFORMAÇÕES DEVEM VIR NA PAGINA DE TITULOS.
  • Idioma: A revista aceita manuscritos em três idiomas: português, inglês e espanhol. Deve-se manter o mesmo idioma em todo o texto.
  • Cada categoria de texto tem seu limite de tamanho.

Artigos Originais: limitados a 15 páginas, a contar do título à conclusão (exclui-se as referências);

Short comunnication/ Brief report: limitados a 05 páginas, a contar do título à conclusão (exclui-se as referências);

Estudo de Revisão: limitados a 18 páginas, a contar do título à conclusão (exclui-se as referências);

Relato de experiência: limitados a 10 páginas, a contar do título à conclusão (exclui-se as referências);

Relato de caso clínico: limitados a 08 páginas, a contar do título à conclusão (exclui-se as referências);

Reflexão: limitados a 10 páginas, a contar do título à conclusão (exclui-se as referências);

  • Margens laterais do texto/recuo: 1,25 cm. (Exceto títulos de tabelas e referencias)
  • Títulos: No idioma do manuscrito, com 10 a 15 palavras. NÃO EMPREGAR: siglas e elementos institucional, do universo geográfico, de dimensão regional, nacional ou internacional. Apresentar apenas os elementos do objeto de estudo ou dos descritores
  • Resumos: Apresentar no idioma do manuscrito, com no máximo 150 palavras. Deve-se elaborá-lo de forma estruturada iniciar e sequenciar o texto com letra minúscula antecedidos pelos termos: Objetivo, Método, Resultados, Conclusão.
  • Descritores/Descriptors/Descriptores: Apresentar de 3 a 6 extraídos do vocabulário "Descritores em Ciências da Saúde" (DeCS: http://decs.bvs.br), quando acompanharem os resumos em português e espanhol, e do Medical Subject Headings (MeSH), para os resumos em inglês.
  • 2. Referências
  • Número de referências: Não há número máximo de referências, as mesmas devem estar atualizadas, preferencialmente dos últimos 03 anos, quando convier. Não apresentar, de preferência, referências de monografias, dissertações e teses, é preferível apresentar os artigos oriundos destes trabalhos. É obrigatório apresentação de referências de periódicos internacionais, indica-se ao menos 50%.
  • Texto: os textos de manuscritos originais e revisões de literatura devem apresentar: 1) Introdução +Objetivo(s); 2) Metodologia; 3) Resultados; 5) Discussão; 6) Conclusão; 7) Referências. As demais categorias terão estrutura textual livre, devidamente referenciadas.
  • TABELAS (São consideradas em conjunto: TABELAS + FIGURAS = 05): devem ser elaboradas para reprodução direta pelo Editor de Layout, sem cores, inseridas no texto, com a primeira letra da legenda em maiúscula descrita na parte superior, numeradas consecutivamente com algarismos arábicos na ordem em que foram citadas no texto, conteúdo em fonte 11 com a primeira letra em maiúscula, apresentadas em tamanho máximo de 14 x 21 cm. Quando necessário, colocar material explicativo em notas abaixo da tabela, não no título. Explicar em notas todas as abreviaturas não padronizadas usadas em cada tabela.
  • Citações: as citações serão identificadas no texto por suas respectivas numerações sobrescritas, sem a identificação do autor e ano, como preconizada pela norma Vancouver.  Não é necessário o uso do parênteses. O número deverá ser colocado antes do ponto final, sem espaço entre a última letra e o número (vide exemplo)*. Atenção: Números sequenciais devem ser separados por hífen; enquanto que números aleatórios, por vírgula.

*Ex: (1). A infecção hospitalar aumenta consideravelmente o tempo de internação1.

*Ex:(2). A infecção hospitalar aumenta os gastos relacionados a internação1-4.

*Ex:(3). A infecção hospitalar aumenta os gastos relacionados a internação1,2,5.

Nas citações diretas até três linhas incluí-las no texto, entre aspas (sem itálico) e referência correspondente conforme exemplo: 13:4 (autor e página); com mais de três linhas, usar o recuo de 3 cm, letra tamanho 11 (sem aspas e sem itálico), seguindo a indicação de autor e data.

Depoimentos: na transliteração de comentários ou de respostas, seguir as mesmas regras das citações, porém em itálico, com o código que representar cada depoente entre parênteses.

  • Referências

Devem ser redigidas de acordo com o Comitê Internacional de Editores de Revistas Médicas ― Estilo Vancouver: http://www.nlm.nih.gov/bsd/uniform_requirements.html

Exemplos de referências:

#Artigos de periódicos com até 6 autores

Autores do artigo. Título do artigo. Título do periódico abreviado. Data de publicação; volume (número): página inicial-final do artigo. Available form: URL

Souza KGS, Silva RAR, Silva ITS, Bonfada D, Farias TRO, Silva FFA. Ergonomic risks and the work activity of nurses in a public hospital. J Nurs UFPE on line [Internet]. 2012 Jan [cited 2013 Dec 12]; 6(1):97-103. Available from:http://www.revista.ufpe.br/revistaenfermagem/index.php/revista/article/viewArticle/2075

#Artigos de periódicos com mais de 6 autores

Seis primeiros autores, seguidos da expressão et al. Título do artigo. Título do periódico abreviado. Data de publicação; volume (número): página inicial-final do artigo. Available form: URL

Herman-Giddens M, Steffes J, Dowshen S, Hussey M, Harris D, Wasserman R, et al. Age of onset of selected pubertal characteristics: Cross-sectional data from non-hispanic white boys. Pediatric Academic Societies [Internet]. 2010 May [cited 2014 Nov 17];1(4):35-49. Available from: http://www.aap.org/en-us/professional

# Organização(ões) como autora(es)

Organização. Título do artigo. Título do periódico abreviado. Data de publicação; volume (número): página inicial-final do artigo. Available form: URL

Sociedade Brasileira de Hipertensão. I Diretriz Brasileira de Diagnóstico e Tratamento da Síndrome Metabólica. Arq. Bras. Cardiol. 2005; 84 (supl. 1):544-52.

# Livros

Autor(es) do livro. Título do livro. Edição . Cidade de publicação: Editora; Ano de publicação.

Ribeiro MS. Enfermagem e trabalho: Fundamentos para a atenção à saúde dos trabalhadores. 2nd ed. São Paulo: Martinari; 2008.

# Capítulo de livro

Autor(es) do livro. Título do livro. Edição . Cidade de publicação: Editora; Ano de publicação.

Fantauzzi GS, Aarão BFC. O Advento do Crack no Contexto Político Brasileiro. In: Sapori LF, Medeiros R, editores. Crack: um desafo social. Belo Horizonte: Editora PUC Minas; 2010. P. 220-245

# Tese, dissertação e trabalho de conclusão de curso

Autor (es). Título do trabalho [tipo do documento]. Cidade de publicação: Editora; Ano de defesa do trabalho.

Valle ARMC. Competências do enfermeiro para ações preventivas na atenção domiciliar com ênfase nos riscos de infecção. [Tese de doutorado]. Ribeirão preto: Universidade de São Paulo, curso de Enfermagem, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto; 2013.

» Instrução para submissão

A submissão deve ser feita pelo sistema:http://www.ojs.ufpi.br/index.php/nupcis com seu login e senha. Para submeter o texto TODOS os autores deverão estar inscritos na Revista Prevenção de Infecção e Saúde, e todas as informações devem ser preenchidas corretamente nos metadados de submissão. É necessário anexar a declaração de transferência de direitos autorais, bem como os outros documentos suplementares.

 

» Revisão de idiomas

Buscando aumentar a qualidade dos textos apresentados a revista, bem como qualificação junto a CAPES, a REPIS padronizou a tradução dos resumos apresentados a revistas devendo esta ser elaborada pela empresa ITFC- Tradução e Consultoria/ E-mail: itfcinstituto@gmail.com.

A partir de janeiro de 2017 a REPIS passou a exigir a tradução dos manuscritos para a versão em inglês de cerca de 50% dos textos aprovados. Esta medida visa aumentar a visibilidade da Revista bem como sua indexação em bases de dados conceituadas. 
Os trabalhos selecionados serão informados assim que aprovados e a tradução deverá ser providenciada pelos autores. A REPIS trabalha com empresas especificas que fornecem desconto de até 40% para a Revista.

» Taxas de publicação

A revista não cobra taxas de publicação

» Periodicidade

A revista é trimestral e desde janeiro de 2017 a revista passou a adotar o sistema de publicação continuada, largamente utilizado no exterior. Essa medida faz com que a publicação do artigo seja mais rápida, não dependendo de outros artigos para fechamento de um fascículo.

 

 

Documentos Suplementares

 

Declaração de Direitos Autorais

(Apenas após a aceitação do manuscrito)