Occupational health of workers at a rubble recycling plant/Saúde ocupacional dos trabalhadores de uma usina de reciclagem de entulho

Natalia Gondim de Almeida, Ana Virginia de Melo Fialho, Natasha Marques Frota, Edmara Chaves Costa, Amanda Freitas Brilhante

Resumo


Objetivo: Avaliar a saúde ocupacional de trabalhadores. Metodologia: Pesquisa descritiva e quantitativa, realizada em uma Usina de reciclagem de entulho, Fortaleza-Ceará, com 13 trabalhadores, incluiu-se os com vínculo maior que três meses e excluídos os de férias, afastados por doença, ou de folga. Coleta realizada por meio de entrevista no mês de março de 2013. Resultados: População de predominância masculina, 100%, jovem, 38% com idade entre 19 e 29 anos, de naturalidade proveniente do interior, 77%, e nível de estudos com ensino fundamental incompleto, 38%. Estavam alocados no cargo de serviços gerais, operador de máquina, motorista e soldador. A renda mensal de mais da metade era de um salário mínimo e a tinham vínculo entre três a oito meses. Os registros de pressão arterial caracterizavam-se dentro dos parâmetros de normalidade. A circunferência abdominal deteve risco para doenças associadas à obesidade. Conclusão: Os trabalhadores estavam expostos a riscos ocupacionais conferidos pelo ambiente físico, podendo prejudicar sua atividade laboral. Atividades de educação em saúde voltadas para prevenção e promoção da saúde desse trabalhador podem contribuir para amenizar, prevenir e promover a saúde do trabalhador, o enfermeiro do trabalho atua como mediador dessas práticas.

Descritores: Enfermagem do trabalho. Trabalhadores. Saúde do trabalhador.



Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Indexado em:


 

Apoio: