Kangoroo Care Method at Neonatal Intensive Care Unit / Método Canguru na Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Convencional / Unidad de Cuidados Canguro en el convencional Neonatal de Cuidados Intermedios

Gabrielle Visgueira Soares Mendes, Silvana Santiago da Rocha, Jaqueline Carvalho Silva Sales, Olivia Dias de Araújo, Liana de Oliveira Araújo

Resumo


O­bjetivo: analisar o cuidado da equipe de enfermagem na primeira etapa do método canguru e discutir as precauções a serem tomadas com vistas a se evitar falhas no alcance dos objetivos do referido método. Método: Trata-se de um estudo qualitativo descritivo, realizado com 10 profissionais da área da enfermagem, enfermeiros e técnicos efetivos de uma maternidade na cidade de Teresina, Piauí. Os dados foram coletados no mês de dezembro de 2014, após aprovação do Comitê de Ética, por meio de entrevista, segundo os critérios da Resolução do Conselho Nacional de Saúde 466/12 e submetidos à análise de conteúdo. Resultados: evidenciaram duas categorias: “Conscientização das mães para o Método Canguru” através de orientações e as dificuldades encontradas pela equipe durante essa abordagem e as “Medidas preventivas para o sucesso no Método Canguru”, orientações que podem ser realizada de forma gradativa, com a parceria de outros profissionais, dimensionamento e capacitação pessoal para uma orientação efetiva e empatia com as mães desses neonatos internados na Unidade de Cuidados Intermediários. Conclusão: a carência de informação a respeito do método, a falta de treinamentos recorrentes para profissionais, o dimensionamento adequado e uma estrutura física satisfatória são lacunas que evidenciam que são necessárias mudanças na implementação no Método Canguru na maternidade.


Palavras-chave


Método Canguru. Neonatologia. Enfermagem.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26694/reufpi.v4i4.4958

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexado em:



Apoio: