Women in tobacco consumption and risk factors associated / Consumo de tabaco por mulheres e fatores de risco associados / La mujerenel consumo de tabaco y factores de riesgo asociados

Maria Carolina Silva Costa, Claudete Ferreira Souza Monteiro, Fernando Jose Guedes da Silva Junior, Larissa Alves de Araujo Lima

Resumo


Objetivo: estimar a prevalência de tabagismo entre mulheres atendidas em consulta de enfermagem na Estratégia Saúde da Família, bem como seus fatores de risco associados.Metodologia: estudo descritivo, exploratório, transversal de abordagem quantitativa por meio de inquérito epidemiológico desenvolvido nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Teresina, Picos, Floriano, Parnaíba e Bom Jesus. A amostra foi composta por 369 mulheres de 20 a 59 anos. Resultados: a prevalência do consumo de tabaco foi de 18% e o padrão de consumo, observou-se a média de 1,5 maços cigarros por dia. Identificou-se associação estatisticamente significativa do consumo de tabaco com a variável situação conjugal (p-valor=0,040), sendo o tabagismo mais frequente naquelas mulheres sem companheiro (solteiras/separadas/viúvas).Conclusão: apesar do incremento de ações e políticas de enfrentamento a problemática do consumo de drogas, em especial de tabaco,verifica-se que ainda é considerável a prevalência de mulheres consumidoras dessa substância. Portanto, acredita-se que as estratégias para redução desses indicadores devam ser repensadas, de modo a trazer maior adesão das mulheres, sobretudo, das jovens cuja frequência foi mais acentuada.


Palavras-chave


Hábito de fumar; Mulheres; Saúde Mental

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26694/reufpi.v6i1.5736

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



 

Indexado em:




Apoio: