Aspectos históricos, conceituais, legislativos e normativos da biossegurança

Maria Eliete Batista Moura, Andréia Rodrigues Moura da Costa Valle, Márcia Astrês Fernandes, Lissandra Chaves de Sousa Santos

Resumo


Na área da saúde, a biossegurança suscita reflexões por parte dos profissionais, especialmente dos que trabalham nas áreas críticas dos hospitais, uma vez que estão mais suscetíveis a contrair doenças advindas de acidentes de trabalho, através de procedimentos que envolvem riscos biológicos, químicos, físicos, ergonômicos e psicossociais. Nos serviços de saúde, os riscos biológicos são os mais comuns. Objetiva-se refletir sobre os aspectos históricos, conceituais, legislativos e normativos que envolvem a biossegurança. Por biossegurança, entende-se o conjunto de normas e procedimentos considerados seguros e adequados à manutenção da saúde em atividades de risco. O estudo das questões relativas à adoção de medidas de biossegurança é relevante não só pelos riscos que a não adoção dessas medidas pode causar à saúde humana e ao meio ambiente, mas também, porque a biossegurança articula outras dimensões como a social, cultural e política.

Descritores: Biossegurança. Serviços de saúde. Enfermagem.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26694/reufpi.v1i1.711

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



 

Indexado em:




Apoio: