Reform of psychiatric care in Brazil: reality and perspective / Reforma da assistência psiquiátrica brasileira: realidade e perspectiva

Adriana da Cunha Menezes Parente, Luciana da Cunha Menezes, Fernanda Matos Fernandes Castelo Branco, Jaqueline Carvalho e Silva Sales, Alexandre Castelo Branco Vaz Parente

Resumo


Objetivo: realizar uma reflexão sobre a reforma da assistência psiquiátrica brasileira. Metodologia: trata-se de um artigo reflexivo acerca do contexto atual e das perspectivas de se implantar uma política de saúde que atenda integralmente as questões de saúde mental. Resultados: a reforma psiquiátrica brasileira deve ser entendida como uma política de estado, pois representa uma necessidade básica do indivíduo e deve estar articulada às demais políticas sociais para alcançar resolutividade. Para manter na comunidade os cuidados à pessoa acometida por transtorno psiquiátrico faz-se necessário prioritariamente uma reconstrução conceitual sobre a temática, junto às equipes básicas de saúde, pois estes são os profissionais que sustentam a cobertura de rede. Conclusão: a construção e ampliação de espaços físicos destinados ao atendimento em saúde mental vêm ocorrendo amplamente no território nacional, o que pode ser considerado um avanço estrutural na área. Todavia, a eficácia desses serviços tornou-se hoje uma preocupação se considerarmos os princípios, diretrizes e modelos de assistência preconizados na área de saúde mental. Palavras-Chaves: Saúde Mental. Psiquiatria. Política de Saúde.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADA EM: