“Emagrecer bem”: experience about a weight loss group in primary care / “Emagrecer bem”: experiência sobre um grupo de emagrecimento na atenção básica / “Emagrecer bem”: experiencia sobre un grupo de pérdida de peso en atención primaria

Zulmira Barreira Soares Neta, Marize Melo dos Santos, Yatamiris Pâmela da Silva Aguiar

Resumo


Objetivo: Relatar a experiência da implantação e desenvolvimento de um grupo de emagrecimento na Unidade Básica de Saúde Poty Velho, Teresina, Piauí. Método: Este relato trata-se do desenvolvimento de um grupo de emagrecimento na Unidade Básica de Saúde Poty Velho, pelo Núcleo Ampliado à Saúde da Família em pactuação com as equipes de Estratégia Saúde da Família apoiadas. Surgiu a necessidade da criação de um grupo na Atenção Básica que oferecesse ferramentas efetivas para o controle do ganho de peso progressivo e melhoria da qualidade de vida desta população. Resultados: O grupo, denominado “Emagrecer Bem”, teve uma duração de 3 meses. Todos os profissionais do Núcleo Ampliado à Saúde da Família foram envolvidos e os temas de educação nutricional e educação em saúde foram trabalhados de maneira dinâmica. O programa ainda contou com as práticas corporais e atividades físicas aplicadas nas rotinas. Considerações finais: O programa mostrou–se uma importante estratégia na atenção básica para o tratamento do sobrepeso e obesidade.

Descritores: Atenção básica. Práticas corporais. Alimentação saudável. Hábitos saudáveis.


Texto completo:

PDF

Referências


Santos, RABG; Uchôa, LRF; Lima, LC. Apoio matricial e ações na atenção primária: experiência de profissionais de ESF e Nasf. SAÚDE DEBATE | RIO DE JANEIRO, V. 41, N. 114, P. 694-706, JUL-SET 2017

BRASIL. Ministério da Saúde. Núcleo de Apoio à Saúde da Família. v. 1. Brasília: Ministério da Saúde, 2014. (Cadernos de Atenção Básica, n. 39)

World Health Organization. Obesity: prevent - ing and managing the global epidemic. Geneva: World Health Organization; 2000. (WHO Technical Report Series, 894).

Corrêa EN; Schmitz BAS; Vasconcelos, FAG. Aspects of the built environment associated with obesity in children and adolescents: a narrative review. Rev Nutr 2015; 28:327-40. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rn/v28n3/1415-5273-rn-28-03-00327.pdf. Acesso: 17/05/2019, às 15:30h

Pimenta, TAM; Rocha R; Marcondes, NAV. Políticas Públicas de intervenção na obesidade infantil no Brasil: uma breve análise da Política Nacional de Alimentação e Nutrição e Política Nacional de Promoção da Saúde. UNOPAR Científica Ciências Biológicas e da Saúde, 2015; 17 (2): 139-146.

Rech, DC; Borfe, L ;Emmanouilidis, A; Garcia, EL; Krug, SBF. As políticas públicas e o enfrentamento da obesidade no Brasil: uma revisão reflexiva. Revista de Epidemiologia e Controle de Infecção. Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC, Santa Cruz do Sul, RS, Brasil.

Swinburn B, Kraak V, Rutter H, Vandevijvere S, Lobstein T, Sacks G, et al. Strengthening of accountability systems to create healthy food environments and reduce global obesity. Lan - cet 2015; 385:2534-45.

Leal, LB; Leal, NTB; Sousa, EC; Pereira,KLA; Negreiros, ALB; Da Silva, ARB. Intervenção educativa realizada com hipertensos de uma Estratégia Saúde da Família. Rev Enferm UFPI. 2016 Jul-Set;5(3):67-71.




DOI: https://doi.org/10.26694/2238-7234.8esp81-84

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



 

Indexado em:




Apoio: