IMPACTOS DAS MUDANÇAS DE USO E COBERTURA DAS TERRAS SOBRE PARÂMETROS HIDROLÓGICOS DO ALTO E MÉDIO CURSO DO RIO ITAPECURU, NORDESTE DO BRASIL

Patricia Barbosa Pereira, Reurysson Chagas de Sousa Morais

Resumo


O avanço da agropecuária no Cerrado nordestino, resultaram em impactos ambientais associados à alteração do regime hidrológico dos rios. Inserida nesse contexto está a bacia hidrográfica do rio Itapecuru, localizado no estado no Maranhão, nordeste do Brasil. Este artigo busca investigar as consequências ambientais que as mudanças na cobertura e uso da terra têm acarretado sobre os parâmetros de qualidade da água do rio Itapecuru, em seu alto e médio curso. Para tanto, a abordagem metodológica pautou-se no uso de dados do projeto Mapbiomas (1985 a 2019) e os dados hidrológicos da ANA, onde foram analisados em conjunto com as informações de vazão, qualidade da água e precipitação. A partir da análise de uso e cobertura da terra, constatou-se que a BHRI ainda apresenta grande parte da cobertura original preservada, mas já se observa o avanço das pastagens e campos agrícolas. Os resultados apontam uma correlação significativa entre as mudanças na cobertura e uso da terra e vazão e qualidade da água do rio Itapecuru.

Palavras-chave


Ánalise hidrológica. Geoprocessamento. Rio Itapecuru. Qualidade de Água.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26694/equador.v11i1.13354

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista da Pós-graduação em Geografia, do Centro de Ciências Humanas e Letras da UFPI

 ISSN 2317-3491

A Revista está atualmente indexada às seguintes bases de dados: LATINDEX, DIADORIM, IBICT/SEER, SUMÁRIOS.ORG, PERIÓDICO CAPES, GOOGLE ACADÊMICO, GENAMICS JOURNAL SEEK.

A REVISTA EQUADOR faz uso do DOI (Digital Object Identifier), através da associação com o CrossRef.