CEMITÉRIOS VERTICAIS NO BRASIL E SEUS PLANEJAMENTOS DIANTE DA EXPANSÃO URBANA: UMA REVISÃO BIBLIOMÉTRICA

João Victor Vieira Rocha, Paulo Henrique de Carvalho Bueno

Resumo


A prática do sepultamento em campos ensolarados já perdura há vários séculos, o que a princípio era visto como uma solução sanitária, logo se tornou um sério problema ambiental e de gestão espacial. No Brasil a grande maioria dos cemitérios ainda são dispostos horizontalmente e defronte do demasiado crescimento urbano, diversas preocupações são levantadas, ao passo que são desenvolvidos estudos científicos que buscam propor a adoção de cemitérios verticais como modelo solucionador. Nesse sentido, objetiva-se analisar os planejamentos e propostas de cemitérios verticais no Brasil a partir de revisão bibliográfica. Para tanto, adota-se como procedimento metodológico a investigação de produções acadêmicas indexadas nas bases de dados on-line SciELO e Google Acadêmico que versam sobre a temática em tela. Dos 369 trabalhos encontrados, foram selecionados e analisados 11 artigos científicos que desenvolvem sobre a proposta do estudo. A respeito dos resultados, a maior parte dos estudos indicam a necessidade de adoção das necrópoles verticais no país, em função dos riscos ambientais. No entanto, tais projetos, em geral, ignoram o cultural e o religioso intrínseco a estes espaços.


Palavras-chave


Cemitérios verticais. Expansão Urbana. Espaço Urbano. Planejamento Espacial. Analise Bibliométrica. Necrochorume.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26694/equador.v11i1.13417

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista da Pós-graduação em Geografia, do Centro de Ciências Humanas e Letras da UFPI

 ISSN 2317-3491

A Revista está atualmente indexada às seguintes bases de dados: LATINDEX, DIADORIM, IBICT/SEER, SUMÁRIOS.ORG, PERIÓDICO CAPES, GOOGLE ACADÊMICO, GENAMICS JOURNAL SEEK.

A REVISTA EQUADOR faz uso do DOI (Digital Object Identifier), através da associação com o CrossRef.